Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Centros integrados coordenados pelo MSP voltam a atuar com foco na segurança das Eleições 2018

Destaque

Centros integrados coordenados pelo MSP voltam a atuar com foco na segurança das Eleições 2018

por publicado: 23/10/2018 19h16 última modificação: 23/10/2018 19h19
Centro do Susp monitora ações para a ordem pública e centro coordenado pela PF atua em investigações

Foto: Antônio Cruz/Agência BrasilBrasília, 23/10/2018 – O Centro Nacional do Sistema Único de Segurança Pública (Susp) voltou a ter o foco nas eleições a partir desta segunda-feira (23). No centro, o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann conversou, por vídeoconferência, com os secretários de segurança e coordenadores das operações em todas as regiões do país.

O centro reúne representantes de todos os estados que ao longo desta semana monitoram as ações realizadas para garantir a segurança do segundo turno das eleições, a ser realizado no domingo (28).

“Aqui estamos articulados com todos os 26 estados e o Distrito Federal e, em cada estado, tem uma reprodução desse centro que reúne todos os profissionais que estão voltados para assegurar a ordem e a segurança nas eleições. Lembrando que essa ordem e segurança foram mantidas durante o primeiro turno e vamos procurar mantê-las também no segundo turno. Nós estamos aqui retomando o nosso trabalho para garantir a ordem e segurança das eleições”, afirmou Jungmann.  

A convite do ministro da Segurança Pública, os advogados dos dois partidos que disputam a presidência, Tiago Ayres, do PSL, e Paulo Teixeira, do PT,  conheceram o centro e participaram das videoconferências com o ministro Raul Jungmann.

Ao longo de toda a semana que antecede o pleito, representantes de todos os estados e do Distrito Federal acompanham, juntamente com o Ministério da Segurança Pública (MSP) as ocorrências envolvendo crimes eleitorais. A atuação integrada entre as forças de segurança é a prioridade do Sistema Único de Segurança Público (Susp), implantado este ano.

No primeiro turno, mais de 300 mil homens das forças de segurança de todo o país atuaram para garantir a tranquilidade da votação.

Leia mais: Atuação integrada das forças de segurança garantiram tranquilidade das Eleições 2018

Investigação integrada

A atuação integrada para a investigação de crimes eleitorais também ganha celeridade com o funcionamento do Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições, coordenado pela Polícia Federal. O centro foi reativado nesta terça-feira (23) com a presença do ministro Jungmann.

Leia mais: Jungmann instala Centro Integrado de Comando e Controle das Eleições

 O centro reúne integrantes do Ministério da Segurança Pública, Polícia Federal e outros 12 órgãos, como Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Receita Federal, Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Exército Brasileiro, entre outros.

A atuação integrada tem como objetivo garantir a lisura das eleições e a rápida atuação em caso de ocorrência de crimes eleitorais.